Mídia

Procurando alguma matéria ou assunto específico?

Wrap Up Semanal

Brasil

IGP-M fecha o ano com alta de 23%

O principal indicador do atacado, o IGP-M fechou o ano 23% acima quando comparado com o início do ano. Esta foi a maior alta desde 2002.

O principal grupo que influenciou o índice foi o IPA (índice de preços do atacado), uma vez que tem alta correlação com o dólar, por ter grande participação das commodities, que registou alta de 31,63 este ano.

O IGP-M é a principal métrica de correção de alugueis, planos de saúde, entre outros.

Aumento do salário mínimo

O Presidente Jair Bolsonaro, assinou uma medida provisória no dia 30/12/2020, que aumenta o valor do salário mínimo para R$ 1.100 a partir do dia 01/01/2021. Será um aumento nominal de 5,26% frente ao valor atual.

Projeto de Lei de diretrizes orçamentarias foi sancionada pelo presidente

O projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021 foi sancionado pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, na quinta feira (31).

A LDO foi criada pela constituição de 1988 e tem como objetivo, apresentar metas e prioridades da administração pública do ano seguinte, estabelecendo regras básicas para a execução do orçamento.

Além disso, a LDO lista uma série de projetos prioritários, que não sofreram contingenciamento de verba no próximo ano. O presidente pode vetar ou manter determinado contingenciamento, o que posteriormente pode ser derrubado ou mantido pelo congresso.

Segundo a LDO:

PIB 2021: 3.2%

IPCA 2021: 3.2%

SELIC 2021:  2.1%

Cambio 2021: R$ 5,30

Meta fiscal 2021 com deficit de R$ 247,1 bilhões de reais (sem contar juros da dívida pública)

 

Internacional

Covid-19: Alemanha e EUA atingem recordes e China aprova vacina

Nesta quarta-feira (30/12) os EUA atingiram um novo recorde de óbitos diários: 3.725, se tornando o país, atualmente, com maior número de mortos. No total, soma 19,5 milhões de casos e 338.656 mortos. O recorde foi atingido no mesmo dia em que foi detectado o primeiro caso do país da nova variante britânica, que, segundo as autoridades do Reino Unido, é mais 70% transmissível e contagiosa. No mesmo dia (30/12), semelhantemente aos Estados Unidos, a Alemanha bateu recorde também: 1.100 óbitos diários. Com isso, somou 32.552 infectados no mesmo dia e, no total, soma mais de 1.719.000 casos. O país mantém medidas restritivas e mantém fechados lojas e shoppings.

Na quarta-feira ainda a China anunciou a aprovação da vacina da Sinopharm, produzida em conjunto com o Instituto de Produtos Biológicos de Pequim. O grupo farmacêutico revelou que a vacina possui uma eficácia de 79%. O governo chinês denotou que a vacinação será opcional para toda a população.

 

Brexit: pendências no acordo e pesca em território britânico

O acordo do Brexit entrou em vigor no primeiro dia de 2021, processo que se estende desde 2016, com a consulta popular britânica. Desde então, o Reino Unido e o resto da União Europeia vêm realizando negociações para efetivar o Brexit. Hoje, mesmo com a promulgação do acordo, ainda há pendências a serem discutidas: independência da Escócia e afastamento da Irlanda do Norte. O primeiro se trata de um território pertencente ao Reino Unido, que, porém, teve seu parlamento votando contra o Brexit. Agora, com a promulgação do acordo, os movimentos de independência aumentaram e 56% da população escocesa demonstra apoio a independência do Reino Unido. Ao mesmo tempo, Irlanda (membro da EU) e Irlanda do Norte (parte pertencente ao Reino Unido), se mantiveram no bloco econômico. Porém, com o passar do tempo, a distância entre os norte irlandeses e o Reino Unido deve aumentar.

Outra pendência a ser acordada é em relação a pesca no território britânico: os europeus abriram mão de 25% dos direitos de pesca no território. Isso foi menos do que o Reino Unido esperava e levantou inconformidade da parte que se retira do bloco econômico. A partir disso, no futuro, a carga tarifária  deve aumentar para compensar as perdas em função desta parte do acordo.

 

Principais índices financeiros


Bolsa

O último pregão do ano fechou a semana em alta de 1%, aos 119.017 pontos. Os principais fatores que levaram a subida do índice foram o início da vacinação contra o coronavírus em alguns países, a aprovação do novo pacote de estímulos monetários nos EUA e a finalização das negociações do Brexit sem muitos impactos para os investidores.

Além disso, o resultado primário do governo divulgado na última semana demonstrou um menor déficit primário, de 18,2 bilhões, quando a expectativa do mercado era de mais de 20 Bi.

Os papéis que tiveram destaque positivo foram CVC, com o gradual retorno das atividades turísticas no país e IRBR, que apresentou resultados operacionais satisfatórios em outubro, animando os investidores.

 

Dólar

O dólar fechou a semana cotado a R$ 5,19, que representa uma queda de 0,26% frente à moeda brasileira. A desvalorização pode ser atribuída tanto ao desempenho fiscal citado acima quanto ao novo pacote de estímulos monetários aprovado no dia 27 pelo presidente Donald Trump.

 

 

QUERO SABER MAIS SOBRE INVESTIMENTOS