Mídia

Procurando alguma matéria ou assunto específico?

Wrap Up Semanal

Brasil

Impacto de um possível segunda onda no varejo

O aumento dos casos da Covid-19 no estado de SP fez o governador voltar a refletir sobre retomar medidas de distanciamento para frear a proliferação das infecções do vírus. Especialistas no assunto acreditam que as medidas sejam direcionadas principalmente para locais que vem tendo aglomeração como bares, boates noturnas e shows. Alguns médicos disseram que principalmente os jovens estão voltando a rotina normal e infectando os demais membros da família. As classes A e B ficaram desde o início da pandemia em casa, agora estão saindo com mais frequência e se expondo ao risco de forma consistente. O aumento das infecções nos hospitais privados são um reflexo da flexibilização destas classes.

Nesse cenário, o governo disse que anunciaria na próxima semana, quais serão as medidas adotas para resolver ou pelo menos conter esse aumento exponencial de infecções.

Dado esse cenário, o impacto deve ser sentido no varejo, uma vez que novembro é o mês da Blackfriday, sendo uma das principais datas do comércio.

O aumento do número de casos pode fazer com que as pessoas voltem a fazer o isolamento e não queiram fazer compra via internet pois não se sentem seguras. Aliado a isso, tem a questão da redução pela metade do auxílio emergencial, incerteza de muita gente sobre o emprego. Lembrando que no início da pandemia muita gente foi demitida, o que pode ocorrer novamente nessa segunda onda, obviamente que caso essa situação se repita, será em uma proporção menor.

Por outro lado, houve um aumento na abertura de contas digitais. Por exemplo, a caixa econômica federal anunciou que o banco atingiu a marca de 105 milhões de poupanças sociais digitais. Isso se deu em sua maior parte em função do auxílio emergencial. Podendo favorecer as compras online no varejo que hoje tem uma relevante participação no faturamento do setor. Outro ponto, as classes de maior poder aquisitivo não foram tão afetadas pela crise como as demais, ficaram em casa desde o início da epidemia não tendo aquele hábito consumista como de praxe. Nesse sentido, essas classes além de ter um maior poder aquisitivo estão mais suscetíveis a fazer compras por impulsividade. O que também tende a beneficiar o setor do varejo.

 

Eleições municipais de 2020

Após o segundo turno das eleições, que aconteceu no último domingo, o partido PSDB, do prefeito reeleito de São Paulo, irá gerir cerca de 44% das receitas municipais. O partido teve maioria não só na maior capital do país, mas também venceu em outras três capitais: Natal, Palmas e Porto Velho, além de outros 529 municípios espalhados pelo Brasil.

Com as vitórias citadas acima, o PSDB, conhecido como o partido tucano, terá cerca de 155,1 bilhões de receitas em suas mãos.

 

Flutuações da força de trabalho do País

No final da semana passada foi divulgado a Pnad contínua de setembro, apresentando uma taxa de desemprego de 14,6%. O número foi em linha com as projeções e expectativas dos especialistas e abaixo da mediana de mercado.
Segundo o site do IBGE, essa taxa foi a maior taxa desde 2012, com um aumento de 1,3 ponto percentual em relação ao trimestre passado. Mais de 1,3 milhão de pessoas entraram na fila em busca de um trabalho no país no terceiro trimestre frente ao segundo trimestre.

Internacional

Campanha eleitoral de Trump sofre mais uma perda

Nesta sexta-feira 27/11, a campanha de Trump perdeu o último recurso contra o resultado das eleições no estado de Pensilvânia. Este estado, representado por 20 votos no colegiado, era essencial para a reversão do resultado de 232 votos de Trump contra 306 de Biden. Ainda assim, seria necessário pelo menos reverter o cenário em outros dois estados. A equipe de campanha do atual presidente dos EUA revelou que irá apelar para a Suprema corte do país, mesmo que os juízes da decisão tenham se pronunciado negativamente sobre as reivindicações da campanha. Eles alegam que não há provas concretas ou alegações específicas nos recursos da equipe.

 

Perto de Teerã, principal cientista nuclear do Irã é assassinado

Nesta sexta feira 27/11, o cientista nuclear iraniano Mohsen Fakhrizadeh foi baleado e morto após uma emboscada. O cientista estava acompanhado de seus seguranças quando foi emboscado por um grupo de homens armados. Paramédicos foram chamados até o local, porém, não conseguiram reanimá-lo. O ministro da Relações Exteriores do Irã acusou as forças armadas de Israel pelo ataque, apesar de não apresentar nenhuma evidência. Vale ressaltar que o conflito Israel e Irã é histórico. O primeiro, aliado político dos EUA, cortou relacionamentos após as negativas referente a cessão de investimentos no projeto nuclear do Irã, cujo resultado foi a entrada na lista de inimigos dos EUA. Outro ponto de conflito é relacionado a Guerra do Seis Dias, que teve como resultado a vitória de Israel, com o apoio da América do Norte, e resultando na formação do país. Este, tendo como maioria judaica, não é aceito pelos países muçulmanos, um deles, Irã.

 

 

Principais índices financeiros


Bolsa

Na última semana vimos a continuidade da sequência de altas no Ibovespa, impulsionados pela entrada de capital do investidor estrangeiro aqui no país. Com o cenário político americano mais estável e notícias positivas sobre a vacina do Covid-19, o índice subiu mais de 4% no acumulado dos últimos 5 dias, encerrando a sexta-feira aos 110.584 pontos.

 

Dólar

A entrada significativa do investidor estrangeiro no Brasil, em conjunto com as melhoras nos dois maiores riscos do cenário macroeconômico global, fez com que o dólar perdesse valor frente ao real. Na semana, a moeda americana fechou sua última cotação aos R$ 5,32, o que representou desvalorização de mais de 1% na comparação semanal. 

 

 

 

 

QUERO SABER MAIS SOBRE INVESTIMENTOS